-->

14 outubro, 2006

Desenlace

Percorre com as mãos a tua face
e considera o que somos...
tão pouco, comparados com o tudo,
mas um tudo só por si.
Há quem pense
que nada é mais cruel que este corpo,
que sofre, que sente,
que necessita,
mas nem a crueldade é independente,
nem assim se identifica!

Percorre com o pensamento o que dizes ser;
no corpo, milhões de átomos,
moléculas, células!
Na consciência,
uma miríade de condições
sem pertença.
A crueldade e o amor são um mesmo
não dualista.
Dependem um do outro,
nutrem-se, alimentam-se
e nós só os sentimos
porque ambos existem.

Percorre apenas com as mãos a tua face
e deixa-te estar...
levados pela corrente,
deixemo-nos revelar
p'lo desenlace!


Rui Diniz

7 Comments:

Blogger Menina_marota disse...

Um poema com um certo mistério e tristeza, que me leva a imaginação por caminhos onde o sofrimento é superior às forças...

"...Percorre apenas com as mãos a tua face..."

... e deixa um sorriso de esperança.

Um abraço e bom domingo ;)

outubro 15, 2006 9:17 da manhã  
Anonymous António Melenas disse...

Este sim, é um belo poema
abr.

outubro 15, 2006 7:51 da tarde  
Anonymous Babs disse...

Muito bonito.
Parabéns Rui ;)

outubro 18, 2006 7:07 da manhã  
Blogger Vera Cymbron disse...

Agora com mais algum tempo...nas vésperas de te conhecer...vim aqui ler-te e embranhar-me na tua bela poesia .
Jinhos, já tinha saudades disto.

outubro 19, 2006 6:20 da tarde  
Anonymous Mikas disse...

Bom fim de semana

outubro 20, 2006 11:43 da manhã  
Anonymous Jofre Alves disse...

Nesta sexta-feira ao som cadente da chuva que embala, visito as páginas que mais aprecio e cuja qualidade sempre me atrai: Parabéns e bom fim-de-semana, pois aqui descanso meus olhos no teu blogue, entre este magnífico poema. Só ficava a perder se não viesse espontaneamente visitar.

outubro 20, 2006 12:37 da tarde  
Anonymous nancy moises disse...

Ola passando pra conhecer seu blog seus poemas e me encantei.
Saio calada e refletindo com tanta expressão e sentimento.
Um gde abraço.

janeiro 16, 2007 7:49 da tarde  

Enviar um comentário

Atalhos para este post:

Criar uma hiperligação

<< Home