-->

25 fevereiro, 2007

Larguei-te no Mar

Fotografia de autoria de Dulce Lázaro.
Pode ouvir a minha declamação deste poema, aqui: Larguei-te no Mar


Larguei-te no mar hoje...

soltei as tuas cinzas de dentro de mim
e expus-te ao vento cantante;
ele levou-te mas nunca te espalhou.
Manteve-te na íntegra
a mulher que hoje é passado
e que inteira me renunciou.

Foi melhor assim
e não sobreviverá em mim qualquer mágoa,
mas libertando-te nesta água,
procurando de ti hoje o fim,
compreendo
que se o sol fura o cinzento do céu
só para te ver...
é porque alguma coisa entre nós
ficou por viver...


Rui Diniz

7 Comments:

Blogger dulce disse...

Gostei muito da associação que fizeste entre a fotografia e as palavras. O poema está lindíssimo.
Beijinho grande para ti.

fevereiro 25, 2007 8:31 da tarde  
Blogger Isabel disse...

Lindo!
Especial...

Como por certo a história que lhe deu origem merece.

Um fim belo, inteiro, sem magoa, doce, livre... com algo que ficou por viver...

Como a vida, algo fica sempre para outras vidas...

Lindo!

Isabel

fevereiro 26, 2007 10:44 da manhã  
Blogger sofia disse...

hoje não resisto mesmo, estas tuas palavras parecem escritas para mim também...sofialisboa

fevereiro 26, 2007 4:09 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

esse texto d hj foi simplismente... como posso dizer...
sei lá, fico sem palavras para descrever,
tao belas frases q acabo d ler,
por esse menino/homem,
tao linda, tao seria,
que muito bem, sabes o que quer.

Obrigada por emocionar-me tanto
Lívia Nunes

fevereiro 27, 2007 11:59 da tarde  
Anonymous Luis Gaspar disse...

Bravo, oh declamador!
Impecável...de todos os lados: conteúdo, declamação, efeitos & música.
Uma ideia complexa reduzida (e que bem!) à sua expressão mais simples.
Luís Gaspar

março 01, 2007 12:27 da tarde  
Blogger Debaixo do Bulcão disse...

Olá Rui Diniz! É só para dizer que tens mais um poema teu no blog Debaixo do Bulcão.
Até à próxima!

António Vitorino

março 01, 2007 2:04 da tarde  
Blogger DairHilail disse...

cheguei aqui envolta no vento, toquei, amei e agora parto.
parabéns, pela tua escrita!
fica bem.

março 03, 2007 4:48 da tarde  

Enviar um comentário

Atalhos para este post:

Criar uma hiperligação

<< Home